II Timóteo 1:7

Santo Timóteo

 

Antes de entrarmos propriamente no estudo é preciso termos um balanço geral do que está por de traz do texto que iremos abordar, ou seja, o pano de fundo. Vejamos então.

Data e lugar da redação:

Esta Segunda Epístola a Timóteo, discípulo e colaborador de Paulo, tem uma entonação especialmente dramática. Segundo alguns, interpretam os testemunhos que encontramos na própria carta, a sua redação pode situar-se na época de Nero, por volta dos anos 66 ou 67, quando o apóstolo se encontrava preso em Roma (2.9; cf. 1.8,16-17).

Já anteriormente havia passado dois anos na prisão, na capital do império; mas foram dois anos de prisão atenuada, de um regime aberto que, inclusive, lhe permitia dispor de casa independente (At 28.30). Depois disso, parece que foi posto em liberdade e que, durante algum tempo, pôde dedicar-se novamente ao seu trabalho de apostolado na Macedônia, Creta, Ásia Menor e outros lugares. Leia mais deste post

Reino de Deus e Reino dos Céus

download (2)

O Reino de Deus e o Reino dos Céus são temas centrais da pregação de Jesus, segundo os evangelhos sinóticos. Enquanto que em Mateus, que se dirige aos judeus, na maioria das vezes fala em Reino dos Céus, Lucas fala sobre o Reino de Deus, expressão essa que tem o mesmo sentido que em Mateus, ainda que é de mais fácil entendimento para os que não eram judeus. O emprego de Reino dos Céus, em Mateus, certamente é devido á tendência, no judaísmo, de evitar o uso direto do nome de Deus. Seja como for, nenhuma distinção quanto ao sentido, deve ser suposta entre essas duas expressões. Leia mais deste post

Análise de I Timóteo 2:9-15

Santo Timóteo

Contexto: Timóteo é um pastor ainda sem experiência, foi deixado responsável da importante igreja de Éfeso. Paulo, seu pai espiritual, escreveu para encorajá-lo e instruí-lo em relação a assuntos práticos como adoração pública, as qualificações dos oficiais da igreja, e a confrontação do ensino falso na igreja. Também instruiu Timóteo acerca de relações com os diversos grupos da igreja, incluindo as viúvas, os anciãos, os escravos e os mestres falsos. Exortou também quanto a autodisciplina, a fidelidade na pregação e no ensino da palavra de Deus, à necessidade de ordem condigna do lar e na igreja.

            É bom entendermos primeiramente o que Paulo estava relatando neste texto. Leia mais deste post

Genealogia de Jesus [introd.]

Mateus lucas

Leia:               Mateus 1:1-17       e        Lucas 3:23-38

 Comparação

            A genealogia de Mateus, segundo inúmeros estudiosos, segue a linhagem de José. Podemos perceber neste evangelho que a genealogia de Jesus trata de seu direito ao trono de Davi, e que está dividida em três grupos de catorze nomes cada grupo, conforme vemos em Mateus 1:17. Diferente de Mateus, Lucas enfileira cinquenta e seis nomes retrocedendo até Adão, passando por Abraão, quanto que em Mateus o retrocesso chega até, somente, Abraão. Percebemos algumas diferenças como: (a) os nomes Neri em vez de Jeconias, que aparece como pai de Salatiel; (b) a descendência de Jesus passa por Nata em vez de Salomão, como diz em Mateus; (c) o retrocesso de Lucas provavelmente tenha sido para mostrar a universalidade de Jesus. Tudo isso são tentativas de explicar as diferenças entre os dois evangelhos, entretanto, o que parece unânime dizer é que uma genealogia é de José e a outra de Maria. A genealogia transcrita como se fosse de Maria é a de Lucas e consequentemente a de José, como falamos, está em Mateus. Leia mais deste post

Do Pensamento no Deserto

CRÔNICAS, ARTIGOS, ENTREVISTAS E IDÉIAS DE LUIZ FELIPE PONDÉ

jonasmadureiradotcom.wordpress.com/

"Quebre os grilhões da cela, mas não se assuste se o prisioneiro não sair, talvez a cela seja absurdamente confortável."

PROFUNDIDADE

"A caminhada com Cristo tem a força de enxugar cada lágrima com um poderoso renovar de fé e esperança em dias melhores."

Teologia Hermenêutica

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

Ariovaldo Ramos, Blog

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

Douglas Weege

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

A vida que tenho.

Sobre os equívocos, exageros, métodos e possibilidades de interpretação teológica no pensamento cristão.

TROPICAL - AIRO

espiritualidade